Home / Local (página 47)

Local

Prefeito Francisco Nagib visita produtores beneficiados com o Programa Mais Produção em Codó

img_20170109_065406O prefeito de Codó, Francisco Nagib e o Secretário Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Araújo Neto, e o Coordenador Regional do Programa Mais Produção em Codó, Sebastião Neto, foram até a localidade Bacabinha, na zona rural do município, para visitar pequenos produtores beneficiados com o programa Mais Produção, lançado pelo governo do Estado e que tem a parceria com o município.
Na oportunidade, o prefeito conheceu alguns dos 65 produtores, que atuam na cultura do arroz, e que serão diretamente beneficiados com o Mais Produção, recebendo sementes, assistência técnica e auxilio mecanizado para o preparo do terreno. Na região, 200 hectares de terra já foram preparados com auxilio de máquinas.img_20170109_065356
O secretário de agricultura, Araújo Neto, explicou que o Mais Produção tem como meta garantir mais alimentos na mesa e mais renda às famílias dos agricultores, com a implantação de sistemas de produção de alimentos. “É um programa do Governo do Estado, em parceria com os municípios, que irá auxiliar aos agricultores do município a aumentar a produção agrícola com melhores técnicas dos plantios”.
Um dos agricultores, senhor José Alberto, comentou sobre a iniciativa e o apoio aos pequenos produtores. “Achei boa a iniciativa do novo prefeito, que em apenas seis dias de governo já estava aqui para nos visitar e acompanhar o preparo da terra. Já recebemos as sementes e a máquina já está trabalhando”.
Para o prefeito Francisco Nagib, a parceria e a boa vontade política entre estado, municípios e o governo federal sempre irão ser benéficas para os produtores da agricultura familiar. “Esse programa será muito benéfico para Codó, pois ajudará a desenvolver o nosso potencial agrícola e aumentar a produção, que também será comercializada por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE)”.
Ascom – PMC

Assistência social informe

Aimg_20170109_064826 Secretaria de Desenvolvimento Social, Direito da Mulher, Segurança Alimentar e Igualdade Racial informa que seus serviços de atendimento ao público encontram-se temporariamente suspensos devido a mudança de gestão municipal, retornando à suas atividades nos próximos quinze dias, em novo endereço, localizado na Av. Santos Dumont, em frente a PLAN
Informamos ainda aos beneficiários do Programa Bolsa Família que, logo após restabelecido o acesso ao sistema do programa, iniciaremos o cadastramento e atendimento ao público.
Prefeitura Municipal de Codó – Mais Conquista, Mais Avanços
Ascom

Prefeito Francisco Nagib promove primeira reunião com comerciantes do Mercado Central

thumbnail_2A Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento promoveu na tarde da última quinta-feira (5) a primeira reunião de trabalho com os comerciantes do Mercado Central de Codó. No encontro esteve presente o secretário municipal de agricultura, Araújo Neto e técnicos da secretaria e o prefeito de Codó Francisco Nagib.

De acordo com o secretário, a reunião tem por objetivo conversar com os comerciantes e trabalhadores do maior entreposto comercial do município sobre melhores condições de trabalho e soluções para um melhor sistema de abastecimento. “Estamos conversando com todos sobre as mudanças que iremos implementar para beneficiar, não só os clientes, mas os comerciantes e trabalhadores do mercado central e o seu sistema de abastecimento como um todo”, disse Araújo Neto.thumbnail_6

Melhorias para acesso e abastecimento

O secretário Araújo Neto também explicou que, antes das reformas estruturais, será preciso rever outras condições para facilitar a vida de clientes e trabalhadores do mercado, como planejamento do trânsito, horários de abastecimento e medidas de conservação dos espaços.

“Estamos aproveitando o encontro para falar sobre novas soluções para o transito na área do mercado, horários apropriados para abastecer e para limpeza, e de uma maior abertura dos espaços, para que a as pessoas tenham melhor acesso às bancas e as lojas, que possam circular com maior conforto, segurança e comodidade”.

Conversando com os trabalhadores

O prefeito de Codó, Francisco Nagib, conversou com os comerciantes e anunciou uma nova reunião para fevereiro, onde será apresentado o novo projeto de urbanização da área do mercado central. “Estamos trabalhando em várias frentes, em diversos setores, junto aos secretários, para a organização da nossa cidade. esse momento aqui no mercado é inédito, onde estamos podendo reunir e conversar com todos os feirantes e discutir melhores soluções de trabalho e consumo. Estamos aqui para reorganizar e planejar um melhor espaço de trabalho e consumo para nossa população. No dia 19 de fevereiro teremos outra reunião para apresentarmos o novo projeto ousado para o mercado, que é um sonho nosso e uma promessa que fiz em campanha. Tudo será feito em acordo com todos”.

thumbnail_3 thumbnail_4

Prefeito Francisco Nagib busca viabilizar projeto ECOCEMAR em Codó

15822806_1330169733724312_8119314997305367110_nNesta quinta-feira (5) o prefeito de Codó, Francisco Nagib, esteve reunido com secretários de governo e a diretoria da CEMAR para tratar, entre outros assuntos, da implantação do projeto ECOCEMAR no município.

O projeto consiste na troca de resíduos recicláveis por bônus na fatura de energia elétrica. O prefeito quer implantar esse serviço no município do Codó, para que pessoas de baixa renda possam economizar em sua tarifa de energia.
“É um projeto que será muito bem vindo em nossa cidade, pois além de preservar o meio ambiente propicia economia aos consumidores de baixa renda, oferecendo alternativas para o pagamento das faturas”, comentou Francisco Nagib.

Ministério recomenda vacina contra a febre amarela em Codó e outras cidades do Maranhão

febre1483644319O Ministério da Saúde emitiu, nesta quinta-feira (5), uma orientação para que seja reforçada a imunização contra a febre amarela em todo o país.

De acordo com a recomendação, devem se imunizar todas as pessoas que residem ou que vão viajar para regiões silvestres, rurais ou de mata, que são áreas com recomendação da vacina contra a febre amarela.

Segundo o ministério, a medida é necessária porque a doença tem maior número de casos nos meses de dezembro a maio e a transmissão é considerada possível em grande parte do Brasil.

No Piauí, 58 municípios estão na lista, divulgada pelo Governo Federal, em que se recomenda que toda a população e visitantes sejam imunizados contra a febre amarela:

Veja na íntegra a lista de municípios com recomendação para vacinação contra febre amarela.

Também estão na lista municípios maranhenses como Timon, vizinho a Teresina, Caxias, Codó, Coelho Neto, Coroatá, Aldeias Altas, Presidente Dutra, Peritoró, Pedreiras, Barra do Corda, Imperatriz, e até a capital, São Luís, dentre outros.

A vacina contra a febre amarela é ofertada no Calendário Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) e é enviada, mensalmente, para todo o país. Em 2016, foram enviadas aos estados mais de 16 milhões de doses, sendo 2,7 milhões para o estado de São Paulo.

A vacina é altamente eficaz e segura para o uso, a partir dos nove meses de idade, em residentes e viajantes a áreas endêmicas ou, a partir de seis meses de idade, em situações de surto da doença. Todos os estados, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), estão abastecidos com a vacina contra febre amarela e o país tem estoque suficiente para atender toda a população nas situações recomendada.

O vírus da febre amarela se mantém naturalmente num ciclo silvestre de transmissão, que envolve primatas não humanos (hospedeiros animais) e mosquitos silvestres. O Ministério da saúde realiza a vigilância de epizootias (doenças que atacam animais) desde 1999, com o objetivo de antecipar a ocorrência da doença. Assim é possível fazer a intervenção oportuna para evitar casos humanos, por meio da vacinação das pessoas e também evitar a urbanização da doença por meio do controle de vetores nas cidades.

No último mês de dezembro foi registrado um óbito por febre amarela no município de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo. O caso foi acompanhado pelo Ministério da Saúde que verificou que a pessoa morava próxima à área de mata e, consequentemente, de recomendação da vacina.

Desde os primeiros casos suspeitos em macacos, em São Paulo, no ano passado, o Ministério da Saúde afirma que tem mantido permanente articulação com a vigilância do Estado para a aplicação de medidas de prevenção e controle adequadas, oferecendo apoio técnico, capacitação de profissionais, suporte a investigações de casos, envio de vacinas. Vale ressaltar que 70% da população da cidade de Ribeirão Preto está vacinada contra a febre amarela.

Vacinação – A Organização Mundial da Saúde considera que apenas uma dose da vacina já é suficiente para a proteção por toda a vida. No entanto, como pode haver queda na imunidade com o tempo de vacinação, o Ministério da Saúde definiu a manutenção de duas doses da vacina Febre Amarela no Calendário Nacional, sendo o esquema vacinal uma dose aos noves meses de idade com reforço aos quatro anos. Para pessoas de 2 a 59 anos, a recomendação é de duas doses.

Além da vacinação, as pessoas que planejam turismo rural, pescaria, visitação de reservas naturais, parques ecológicos, cachoeiras, rios, florestas, parques urbanos, bem como aqueles que praticam atividades laborais relacionadas ao extrativismo, à fauna e à flora em ambientes rurais e silvestres, devem adotar outras medidas de prevenção, tais como: utilizar roupas que protejam todo o corpo (sapato fechado, camisa de manga longa e calça comprida), usar repelentes e evitar ou reduzir a exposição no horário de maior risco (9h às 16h).

Apesar da alta eficácia do imunobiológico, o Ministério da Saúde alerta que nos casos de pacientes com imunodeficiência, a administração desta vacina deve ser condicionada a avaliação médica individual de risco-benefício, não devendo ser realizada em caso de imunodepressão grave.

Indivíduos com história de reação anafilática relacionada a substâncias presentes na vacina (ovo de galinha e seus derivados, gelatina e outros produtos que contêm proteína animal bovina), assim como pacientes com história pregressa de doenças do timo (miastenia gravis, timoma, casos de ausência de timo ou remoção cirúrgica), também devem buscar orientação de um profissional de saúde.

Sobre a doença – Os sintomas iniciais incluem febre, calafrios, dor de cabeça, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. Em casos graves, a pessoa pode desenvolver febre alta, icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos. Cerca de 20-50% das pessoas que desenvolvem doença grave, podendo vir a óbito.

Às pessoas que identifiquem alguns destes sinais, o Ministério da Saúde recomenda procurar um médico na unidade de saúde mais próxima e informar sobre qualquer viagem para áreas de risco nos 15 dias anteriores ao início dos sintomas. Essa orientação é importante, principalmente, àqueles que realizaram atividades em áreas rurais, silvestres ou de mata como pescaria, acampamentos, passeios ecológicos, visitação em rios, cachoeiras ou mesmo durante atividade de trabalho em ambientes silvestres.

Secretaria Municipal de Educação elabora planejamento estratégico para os primeiros cem dias de governo

thumbnail_1-copiaA secretária Municipal de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação realizou na manhã desta quinta-feira (5) uma reunião no Auditório da Escola Remy Archer. A pauta do encontro foi para apresentar aos diretores e supervisores de escolas e a nova equipe gestora da educação, formada por 04 diretorias: a de Ensino, Monitoramento de Avaliação Educacional, de Infraestrutura e a de Administração.

Na oportunidade foi apresentado também o Plano de ação para os 100 primeiros dias de gestão no governo Mais Avanço, Mais Conquistas para Educação da zona urbana e rural. De acordo com a secretária de educação, Deuzimar Serra, o encontro é fundamental para o planejamento de uma gestão eficiente na educação de Codó.

“Estamos com todos os diretores de escolas da zona urbana e rural e coordenadores para apresentar a nova equipe ao prefeito Francisco Nagib e organizar o período letivo, que tem previsão de início no dia 20 de fevereiro. Também iremos precisamos planejar a semana pedagógica, que será realizada de 03 a 17 de fevereiro, organizar as comissões especificas e tratar do diagnóstico das necessidades das escolas”, explicou.

Para o prefeito Francisco Nagib, que recebeu homenagens na ocasião, a educação de Codó está nas mãos de uma equipe muito valorosa. “É uma alegria estar aqui com todos vocês para tratarmos da educação. O saber é nosso maior patrimônio, por isso precisamos continuar investindo muito na educação do nosso povo, para a formação de valores humanos em nossa sociedade. Tenho certeza que a educação de nosso município está nas mãos de uma equipe competente e que nos dará resultados expressivos. Quero deixar esse avanço como legado de minha administração”. Declarou o prefeito. thumbnail_2 thumbnail_3 thumbnail_4 thumbnail_5

Ascom – PMC

COMUNICADO:Prefeitura vai recolher animais soltos em vias públicas

logoprefeituraOs animais de médio e grande porte que estiverem soltos em vias públicas serão recolhidos pela prefeitura de Codó. Cenas que antes faziam parte do cotidiano da população – animais que saem dos pastos e acabam se deslocando para as ruas – estão prestes a acabar.

A partir de segunda feira dia 09 os bichos de médio e grande porte soltos na zona urbana e às margens das rodovias asfaltadas serão recolhidos, reduzindo assim possíveis acidentes de trânsito e contaminação por doenças. Após a apreensão dos animais, os proprietários terão, possibilidade a retomada do bicho no prazo de cinco dias.
No entanto, a irresponsabilidade dos responsáveis em deixar cavalos, vacas e etc soltos em vias públicas agora vai doer no bolso. O dono do animal terá que pagar multa assim nos relatou o secretario de Agricultura e Abastecimento de Codó Araujo Neto.

Parceria entre Governo do Estado e Município de Codó colocará escola do Km 17 em atividade

15826847_1210030405710829_8285464769856539773_n Na manha desta quarta-feira (4) o Prefeito de Codó, Francisco Nagib, a Gestora Regional da Educação, Fátima Falcão e a Secretária Municipal de Educação, Deuzimar Serra, estiveram em visita as instalações da unidade escolar da localidade Km 17, que passará por algumas reformas para ser entregue a população. Trata-se de mais uma parceria entre Governo do Estado e Município de Codó, que beneficiará muitas comunidades.15895423_1210030499044153_2551007381931374637_n

Teremos o ensino médio para toda essa região, pela primeira vez na história. Com seus filhos estudando o ensino fundamental e também o ensino médio perto de suas comunidades, os pais ficarão mais tranquilos e aumentaremos a qualidade de vida de muitas famílias dessa região”, colocou o prefeito Francisco Nagib.

15894352_1210030362377500_1880574671889910111_n 15873623_1210030522377484_8774589557296073175_n 15871976_1210030575710812_39174926151626927_n 15826360_1210030479044155_4750625192185331552_n 15823626_1210030385710831_4094898179155819621_n

Prefeito Francisco Nagib e secretária de saúde realizam primeira vistoria no HGM

15825804_1209420949105108_4787763738119236874_n

Secretaria de Saúde Aurilivia, Prefeito Nagib e o médico Dr Gulhermo Queiroga

Esta semana o prefeito de Codó, Francisco Nagib, realizou a primeira vistoria no Hospital Geral Municipal de Codó. Acompanhado da secretária de saúde, Aurilívia Barros e do diretor do HGM, Messias Neves, o prefeito visitou o atendimento e departamentos do hospital, deu boas vindas aos servidores e participou do reabastecimento de medicamentos.15826318_1209421122438424_4259532732080320560_n

O prefeito Francisco Nagib explicou que, além do plano emergencial de abastecimento, outras providências já estão sendo tomadas para o HGM. “Gerir a saúde não é tarefa fácil, devido ao período que nosso país atravessa, mas preparamos uma equipe forte e competente para a saúde e estamos visitando o HGM. Em nossa primeira visita já estamos trazendo a ambulância de plantão e emergência para o HGM, participando do abastecimento da farmácia e entrega de equipamentos para o hospital e a nova maternidade”.15822811_1209420865771783_2917678891584351579_n

15895047_1209420809105122_936518952951813806_n 15826101_1209421162438420_24113701415936369_n 15826055_1209421259105077_2602481099896295306_n