Home / Internacional (página 5)

Internacional

Menina que teve crânio partido ao meio descreve “paraíso” após três anos em coma

6q3vnounck1vnx6xepc5xled9Uma garota de dez anos que afirma ter “ido ao paraíso” após voltar do estado de coma, surpreendendo os pais e os médicos na cidade de Minneapolis, nos Estados Unidos. As informações são do jornal britânico “The Mirror”.

Amber Rose Kordiak tinha sete anos quando a roda de um trator de 300 quilos caiu sobre sua cabeça. Na ocasião, o pai de Amber conseguiu tirar o objeto de cima da filha, mas pensou que ela não sobreviveria por conta dos ferimentos.

O peso do objeto repartiu o crânio de Amber e quebrou todos os ossos de seu rosto. Prontamente socorrida, a garota passou por diversas cirurgias e entrou em coma. Quando acordou, ela revelou a sua mãe, Jen Kordiak, que “tinha voltado do paraíso”.

Jen assegura que, ao acordar, sua filha descreveu claramente que tinha “visto luzes e pessoas fazendo orações” no caminho que a levava para o “céu”.17z4bvehfj2cpppnu82i9aazt

mber ainda contou que se lembra “perfeitamente” de se ver fora de seu corpo no acidente e do esforço de seu pai para retirar a roda que estava sobre ela. “Resolvi voltar para a terra porque não queria ver minha família triste”, disse a garota.

Ao “The Mirror”, médicos que lidam com o caso da menina afirmaram que ainda é necessário reconstruir os ossos da cavidade orbital da menina para que ela possa volta a enxergar. Além disso, os profissionais terão de reconstruir o nariz de Amber para que ela possa respirar sem a necessidade de equipamentos.

Já a mandíbula e os dentes da garota também terão que passar por cirurgias nos próximos cinco anos, até que o crescimento de Amber seja interrompido. Para pagar pelos procedimentos médicos, a família da menina iniciou uma campanha para arrecadar doações.

Fonte: Último Segundo

Trump é Eleito o novo Presidente dos Estados Unidos

usa-election-trump_mike_segar_reuters-3“Serei presidente para todos os americanos”, disse Donald Trump em seu discurso de vitória na manhã desta quarta-feira (9). “Trabalhando juntos, vamos começar a tarefa urgente de reunir nossa nação”, afirmou “É isso que quero fazer agora por nosso país”, acrescentou. Trump falou no Hotel Hilton em Nova York minutos após ser declarado eleito.

Contrariando pesquisas e previsões, ele derrotou Hillary Clinton e teve sua vitória projetada pela Associated Press às 5h32 (hora de Brasília) desta quarta-feira (9). Quando entraram os delegados do estado de Wisconsin, ele alcançou 276 delegados, ultrapassando o limite de 270 necessários para ser o vencedor no Colégio Eleitoral.

Trump disse que recebeu um telefonema de Hillary, que admitiu a derrota e o parabenizou pela vitória. “Acabo de receber uma ligação da secretária Clinton. Ela nos congratulou pela nossa vitória e eu congratulei ela e sua família por uma campanha muito dura. Ela lutou muito. Nós devemos a ela uma dívida de gratidão por seu serviço ao país”, afirmou.

Já antes de sair a projeção da vitória de Trump, o chefe da campanha de Hillary, John Podesta, disse que ela não falará durante a noite. Ele pediu que os simpatizantes da candidata voltassem para casa.

Em seu discurso, o bilionário reforçou que pedirá união a todos os democratas e republicanos e que trabalhará pelos americanos “esquecidos”. “Os homens e mulheres esquecidos não serão mais esquecidos”, disse.

Falou que irá reconstruir a infraestrutura do país. “Vamos colocar milhões para trabalhar enquanto reconstruimos”, disse. “Vamos dobrar nosso crescimento e ter a economia mais forte do mundo”.

Sobre a relação com outros países, afirmou que os EUA vão se relacionar com os países que estiverem dispostos a se relacionar com eles.

Trump classificou sua campanha como “um incrível e maravilhoso movimento, feito de milhões de homens e mulheres que amam seu país e querem um futuro melhor”. Ele agradeceu a seus pais, irmãos, mulher e seus cinco filhos. Também agradeceu ao ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani; ao republicano Ben Carson, que abandonou a campanha presidencial; o serviço secreto dos EUA e as forças de segurança de Nova York.

Vitória
Durante a noite, enquanto a apuração avançava, Trump conquistou vitórias surpreendentes sobre Hillary em estados-chave para a definição, abrindo o caminho para a Casa Branca e abalando os mercados globais que contavam com uma vitória da democrata.

A maré começou a virar a favor de Trump após as vitórias na Flórida, Carolina do Norte, Ohio e Iowa. Ele ainda se tornou o primeiro candidato de seu partido a ganhar na Pensilvânia desde que George H. W. Bush o fez em 1988. Quando sua vitória foi declarada, a apuração dos votos ainda continuava em cinco estados, segundo apuração da AP.

A democrata Hillary, de 69 anos, e o republicano Trump, de 70, protagonizaram uma disputada e agressiva campanha de quase dois anos, marcada por ofensas e ataques pessoais.

Fonte:G1

Piloto ganha R$ 1,4 milhão por evitar acidente que mataria 439 pessoas

a330-200_china_eastern_01O piloto He Chao, da companhia aérea China Eastern Airlines, recebeu um prêmio de R$ 1,4 milhão — pago pela própria empresa — por ter evitado uma batida do Airbus A320 que pilotava e com um Airbus A330 também da China Eastern. A colisão entre os dois aviões poderia ter matado 439 pessoas que estavam a bordo dos dois aviões.

O incidente aconteceu no aeroporto de Shangai, na China, no dia 11 de outubro. O avião comandado por He Chao já havia iniciado a corrida de decolagem quando uma outra aeronave cruzou a pista.

Ao atingir a velocidade de 240 km/h, o comandante levantou voo. O avião passou por cima da outra aeronave, a somente 19 metros de distância entre os dois aviões.

O Airbus A320 decolava para Tianjin como 147 passageiros a bordo, enquanto o Airbus A330 chegava de Pequim com 266 passageiros. Nos dois aviões, havia ainda 26 tripulantes.

O copiloto do voo comandado por He Chao também recebeu um prêmio de R$ 280 mil.

Falha dos controladores

A investigação concluiu que o incidente foi causado por uma falha dos controladores de tráfego aéreo do aeroporto de Shangai, que não deveriam ter autorizado o Airbus A330 a cruzar a pista no exato momento em que havia um outro avião decolando.

“O incidente foi causado por fatores humanos, como negligência das dinâmicas de voo e erros dos controladores”, afirma o órgão de aviação civil da China em comunicado. Como punição, 13 controladores tiveram suas licenças revogadas e não poderão mais trabalhar no controle de tráfego aéreo.

As autoridades chinesas afirmam, ainda, que todos os profissionais do país que trabalham no controle de tráfego receberam um comunicado para implementar regras mais rígidas de segurança.

Fonte: UOL

Rússia revela imagem do “satã 2”, o maior míssil nuclear de sua história

5i5vwdm1mwve6h5bgxagc6e2tUma empresa russa de design de mísseis revelou nesta quarta-feira (26) a primeira imagem de um novo míssil termonuclear russo que teria a capacidade de destruir uma área do tamanho da França ou do Texas.

Apelidado de “Satan 2”, a produção do míssil já havia sido divulgada pela agência estatal russa em maio deste ano. O contrato de produção do míssil foi assinado em 2011 pelo Ministério da Defesa da Rússia e deve integrar as forças do país a partir de 2018.

O ministro de defesa russo, Turi Borsiov, afirmou à agência estatal “TASS” que o “Satan 2” pode destruir alvos no polo norte e sul e teria um alcance que excede 11,000 quilômetros.

A arma russa pesa cerca de 100 toneladas e foi designada para substituir seu antecessor, R-36M Voyevoda, conhecido como Satan, desenvolvido pela União Soviética durante a Guerra Fria. Em nota, a agência russa afirmou o “Sarmat é designado para promover estratégias para as forças russas que garantam a eficiência de suas tarefas nucleares”.

O anúncio veio em meio à tensão entre a Rússia e os EUA. Washington acusa Moscou de invadir os servidores do partido Democrata preparando uma operação de ciberataque contra o país.

Com o aumento da movimentação militar russa, países que fazem parte da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) se posicionam em defesa dos países fronteiriços a Moscou.

Tensões militares

No início deste mês, a Rússia suspendeu todos acordos bilaterais com os EUA depois que ambos países divergiram sobre bombardeios em Aleppo, na Síria. O Pentágono acusa Moscou e o ditador sírio, Bashar al Assad, de coordenarem bombardeio a um comboio humanitário no fim de setembro.

Vídeo do Pentágono prevê um futuro terrível para a humanidade

untitled-1Favelas gigantescas. Catástrofes ambientais. Crime organizado e guerra civil. Tudo isso ilustrado com cenas de caos, descritas por um locutor de voz empostada. Poderia ser uma ficção científica de baixo orçamento – mas é outra coisa.

Trata-de um vídeo de treinamento produzido pelo Pentágono, e obtido pelo site americano The Intercept. No vídeo, que tem cinco minutos e se chama “Megacidades: Futuro Urbano, a Complexidade Emergente”, o Exército dos EUA imagina como vão ser as metrópoles de 2030.

“A desigualdade entre pobres e ricos vai aumentar, e as tensões étnicas e religiosas serão um elemento definidor da sociedade”, diz o narrador, para logo depois observar que “as favelas crescerão rapidamente”.

“Esse é o nosso mundo do futuro, para o qual não estamos preparados”. Na visão catastrofista dos militares americanos, sobra até para a internet, que na visão deles será infestada por “sistemas econômicos ilícitos” (presumivelmente, construídos em torno de moedas virtuais como o Bitcoin) e “sindicatos criminosos” que terão “alcance global”. Em suma: uma distopia só.

Em seguida, o vídeo diz que os militares dos EUA precisam se reinventar, porque será cada vez mais difícil identificar e atacar os inimigos misturados em meio à população.

E cita o escritor chinês Sun Tzu, reinterpretando uma passagem do milenar A Arte da Guerra: “evite as cidades, ou as cerque”. “Mas os nossos soldados terão de operar nesse contexto”.

No final, vem a cena que talvez seja a mais aterrorizante: aparece um soldado com uma máscara, sugerindo a possibilidade de ataques terroristas com armas químicas ou biológicas.

Fonte:Revista Exame

 

O que aconteceria com o corpo de uma pessoa que morresse no espaço?

imagens-de-gravidade-do-cineasta-alfonso-cuaron-longa-conta-com-sandra-bullock-e-george-clooney-no-elenco-1378933858970_615x300Imagine você estar em pleno espaço e acabar morrendo por algum motivo. A cena, que já foi retratada em filmes recentes, leva à pergunta: o que acontece com o corpo nesta situação?

Bom, podemos imaginar que ficaria vagando pela calmaria do vácuo espacial? Depende. Primeiro é preciso saber se o astronauta estaria ou não com uma roupa especial. Com o traje, as bactérias do nosso corpo continuariam vivas por um tempo e os processos de decomposição ocorreriam normalmente dentro dele. Mas se a pessoa estiver sem a roupa especial ou se ela sofrer graves avarias há ausência de microrganismos e processos de decomposição.

A primeira coisa que vai acontecer é um processo de desidratação. Como a pressão é muito baixa, perde água. Não necessariamente como em filmes, em que o corpo explode. Você perde o ar, morre e aí perde água. Esta água vai sendo evaporada e você vai virar um ‘cheetos de batata frita’, completamente seco

Douglas Galante, astrobiólogo do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG-USP)

Isto mesmo. O corpo vira um salgadinho espacial. Mas, além disso, Galante afirma que se morrermos no espaço vamos nos tornar também “múmias espaciais”. Toma essa, faraós.

“Se você desidrata, toda atividade biológica é suspensa. A atividade de bactérias vai ser suspensa. Você fica mumificado, completamente seco, até alguma coisa acontecer”, conta.

Mas o “até alguma coisa acontecer” citado por Douglas pode ser um pouco mais tenebroso do que a nossa imaginação de um corpo vagando pelo espaço. Tudo depende de que trecho do Universo a pessoa estava ao perder a vida de alguma forma.

Astrônomos acham planeta semelhante à Terra aqui “pertinho”

Se isto ocorre na região da ISS (Estação Espacial Internacional), por exemplo, a pessoa vai virar mais do que um salgadinho: pode se transformar em uma estrela cadente.

“Se acontecer em baixa órbita terrestre, como na ISS, você ficaria orbitando a Terra por alguns anos até perder a velocidade e cair, virar uma estrela cadente e pegar fogo. Vai ser consumido antes de chegar ao solo”, descreve Galante.

Agora se o óbito ocorrer no espaço profundo, a situação já é mais tranquila e favorável. Neste caso, a pessoa ficará, a princípio, vagando para sempre. Como o Universo é enorme, a probabilidade é que não bata em nada.

Claro que é bom lembrar que o corpo seria atraído pelos astros Universo afora. Nós funcionaríamos como um asteroide ou cometa vagando por aí. Em um eventual efeito gravitacional, o corpo poderia acabar colidindo com algo.

Na história científica não há, até hoje, registro de um ser humano que tenha morrido no espaço – apesar de os programas espaciais soviético e chinês não primarem pela transparência. Houve o caso da cachorra Laika, enviada ao espaço pelos russos, que morreu horas depois do lançamento e nunca retornou para a Terra. Ela deve ter virado uma estrela cadente (sua mãe não estava totalmente errada quando contava historinhas de ninar).

Atirador mata 4 mulheres em shopping no estado de Washington

Quatro mulheres morreram e um homem ficou gravemente ferido após um atirador abrir fogo dentro de um shopping de Burlington, cidade no estado de Washington, nos Estados Unidos, informou a polícia estadual.

“As quatro pessoas mortas eram mulheres, enquanto o ferido é um homem que está hospitalizado em estado crítico”, disse o sargento Mark Francis, porta-voz da Patrulha de Washington.

O número de vítimas, porém, foi objeto de confusão, pois as autoridades informaram inicialmente quatro mortos e depois reduziram para três, antes de voltar ao dado inicial. Não está descartado a possibilidade de ter mais vítimas, segundo o porta-voz policial.

A polícia local não tem informações que indicam que o caso foi um ataque terrorista.

suspeito

Departamento de Gestão de Emergência mostra imagem de suspeito que atirou dentro de shopping em Burlington (Foto: Skagit County Department of Emergency Management / via AP Photo)

As autoridades estão buscando neste momento o atirador, que fugiu antes da chegada dos policiais. Testemunhas disseram à polícia que o atirador é um jovem latino-americano que vestia uma camiseta preta, como divulgaram em uma fotografia, e que ele carregava uma espingarda.

O tiroteio ocorreu por volta das 19h (hora local, 23h no horário de Brasília), quando um homem armado com uma espingarda entrou nos armazéns Macy’s do Cascade Mall e atirou contra alguns clientes.

“Nós acreditamos que se trata de apenas um atirador. Avisem as autoridades se ele for visto. Ele está armado com uma espingarda”, disse o sargento Mark Francis, porta-voz da Patrulha de Washington, a polícia estadual.

Policiais na área do shopping Cascade Mall, em Burlington (Foto: Dean Rutz / The Seattle Times / via AP Photo)

Policiais na área do shopping Cascade Mall, em Burlington (Foto: Dean Rutz / The Seattle Times / via AP Photo)

O atirador foi visto pela última vez seguindo a pé em direção a estrada I-5, que passa ao lado do centro comercial onde ocorreu o tiroteio.

Burlington é um município com cerca de 8.500 habitantes, situado a 105 km de Seattle e a 80 km da fronteira com o Canadá.

O Departamento de Gestão de Emergências do Condado de Skagit, que pertence Burlington, pediu aos cidadãos que evitem a região, que neste momento é alvo de uma operação policial para tentar localizar o atirador.

Fonte: G1

Adolescente morre após levar ‘chupão’ da namorada

blog_chupaoUm adolescente de 17 anos morreu após levar um chupão no pescoço dado pela namorada, sete anos mais velha. O jovem, identificado como Julio, sofreu embolia cerebral.

De acordo com o jornal “El Mañana”, o adolescente chegou em casa, na Cidade do México, após o encontro com a namorada, e começou a ter convulsões.

Paramédicos foram à residência, no distrito de Iztapalapa, mas o serviço de emergência nada pode fazer. Segundo médicos, o “chupão” provocou um coágulo que chegou ao cérebro pela corrente sanguínea, causando a embolia.

Não se sabe o paradeiro da namorada de Julio. Os pais disseram que não apoiavam o namoro por causa da diferença de idade.

por Fernando Moreira

 

Mulher vai ao próprio velório e assusta marido que mandou matá-la

0d4d8b26-b770-4645-85fe-eb0a35741564Um caso ocorrido na Austrália ganhou repercussão e deixou muita gente chocada. Uma mulher, identificada como Noela Rukundo, apareceu no próprio velório (acredite ou não) e assustou o marido, Balenga Kalala, que segundo informações teria encomendado a morte da mesma que, por ocasião do destino, conseguiu sobreviver.

De acordo com informações do jornal americano “The Washington Post”, tudo começou quando os dois, no ano de 2015, fizeram uma viagem para Burundi, onde foram ao velório da madrasta de Noela. Durante uma volta no hotel onde estavam hospedados, ela acabou sendo sequestrada e no cativeiro ficou sabendo que o crime havia sido encomendado pelo marido.

Ao revelar o nome do irmão para os criminosos, Noela foi solta, já que os sequestradores conheciam ele e decidiram não matá-la. Já Balenga, que não suspeitava de a esposa ter sobrevivido, disse para amigos e familiares que a mesma havia morrido em uma acidente. Ele não esperava, porém, uma volta triunfal da amada.

No dia do velório, Noela apareceu de repente e deixou o companheiro horrorizado. “São meus olhos, ou é um fantasma?”, disse o homem, assustado. “Surpresa, estou viva”, respondeu.

Fonte: Com informações do IG