Home / Gospel / Por que o justo sofre ?

Por que o justo sofre ?

por-que-o-justo-sofre-1-9-638O crente deve permanecer alegre quando estiver passando alguma tribulação ou sofrimento, pois a Bíblia diz que as tribulações produzem a paciência, e a paciência, a perseverança. Além disso, Jesus prometeu estar na companhia do crente todos os dias, até a consumação dos séculos.

SOFRIMENTO É:

Dor física ou moral. Angústia, aflição, amargura, infortúnio, tormento, padecimento.

  1. EXISTEM PELO MENOS QUATRO MOTIVOS QUE EXPLICAM O SOFRIMENTO DO JUSTO:

1.1 — O justo sofre porque não é deste mundo

Mundo, em João 15.18, significa o sistema, O crente não compactua com o sistema mundano. O seu estilo de vida e a sua maneira de viver contrariam o mundo. Por isso, o mundo o aborrece e faz com que ele sofra.

1.2 – O justo sofre porque o servo não é maior do que o seu Senhor

Se o Senhor sofre, então o servo tem de sofrer, porque eles estão juntos (Mateus 1024).

1.3 – O justo sofre por causa do nome de Cristo

O Diabo odeia quando o nome de Cristo é proclamado e o cristão defende o cristianismo. A Igreja padece as aflições, porém não se envergonha do evangelho, antes glorifica o nome do Senhor (1 Pedro 4.16).

NOTA CULTURAL

Na Indonésia, o maior país muçulmano do mundo, com aproximadamente 215 milhões de habitantes, entre os quais 175 milhões de muçulmanos, os cristãos são terrivelmente perseguidos. Os templos naquele país têm sido queimados com os crentes dentro.

Várias entidades americanas e outras do mundo ocidental propuseram enviar ajuda financeira para a reconstrução dos templos, mas os líderes daquelas igrejas disseram: “Será inútil nos enviar dinheiro para ajudar nas obras de reconstrução, pois os templos serão novamente destruídos. O melhor afazer é orar para que esses fiéis se mantenham firmes nafé e morram por Jesus”.

A imprensa noticiou que nos escombros foram encontrados corpos de homens, mulheres e crianças. Eles eram obrigados a permanecer no interior do templo sob a ameaça de que, se tentassem sair, seriam mortos a tiro e golpes de facões.

1.4 – O justo sofre por causa das leis naturais

As leis naturais provocam muitas vezes os males naturais, sociais e morais aos quais o cristão está sujeito. Os males naturais podem ser tempestades de vento, furacões, chuvas e terremotos. O justo também está sujeito aos males sociais, como o desemprego, ou ser moralmente ofendido pelos ímpios. Mas, diante de tudo isto, ele é mais do que vencedor por Cristo Jesus (Romanos 8.37)

  1. RAZÕES PELAS QUAIS DEUS PERMITE O SOFRIMENTO DO JUSTO:

2.1 — O sofrimento produz um profundo relacionamento com Deus

A perseguição contra os apóstolos Pedro e João, em Atos 4, motivou os fiéis a orarem (Atos 4.24-31; 12.1-5). Manassés, o rei de Israel, orou muito ao Senhor, após ser levado cativo pelo exército da Assíria e jogado no calabouço (2Crônicas 33.11-13).

2.2 — O sofrimento produz santidade

Quando o crente passa pelo sofrimento, ele se humilha. Ë por meio do sofrimento que ele se conhece melhor e quebranta o coração (2 Crônicas 20.1-5).

2.3 — O sofrimento produz crescimento espiritual

Por meio do sofrimento, o crente cresce espiritualmente na esperança das promessas de Deus (Romanos 5.3-5).

2.4 — O sofrimento produz autoridade espiritual

O sofrimento não enfraquece o crente. Em Atos, os discípulos foram apedrejados, açoitados e presos, porém continuaram a pregar o Evangelho (Atos 17.6; 19.11-12; 2 Coríntios 12.10).

2.5 — O sofrimento produz unidade cristã

Quando o sofrimento acontece em forma de perseguição, quando a Igreja é perseguida em nome de Cristo, os fiéis ajudam-se mutuamente (2 Coríntios 8.1-4).

III. OUTROS MOTIVOS PARA OS SOFRIMENTOS DO JUSTO:

3.1 — O sofrimento corrige as áreas vulneráveis

Quando o crente passa pelo sofrimento, deixa de preocupar-se com a vida dos outros e começa a fazer urna análise introspectiva. Ele procura razões que justifiquem seu sofrimento e lembra-se de algumas áreas fragilizadas de sua vida (Neemias 1.4,7; Daniel 9.3,5,8,20,21)

3.2 — O sofrimento leva à conquista de vitória

O próprio Cristo, antes de entrar na Sua glória, primeiro teve de padecer (Lucas 24.26; Filipenses 2.5-11).

3.3 — No sofrimento, os mistérios de Deus são revelados

O apóstolo Paulo escreveu na prisão uma das cartas mais fantásticas aos Filipenses (Filipenses 1.12-14). João recebeu a revel ação magnífica do Apocalipse na ilha de Patmos (Apocalipse 1.1-3). Estevão viu a Glória de Deus enquanto era apedrejado (Atos 7.55-60).

  1. SEGREDOS PARA SE TORNAR UMA PESSOA ALEGRE EM MEIO AO SOFRIMENTO:

4.1 — Ser cheio do Espírito Santo

Quando Paulo e Barnabé estavam em Antioquia conquistando os gentios para o Evangelho, os judeus incitaram as mulheres honestas para os difamarem, mas estes apóstolos não se intimidaram porque estavam cheios do Espírito Santo (Atos 13.49-52).

4.2— Terá graça de Deus

Em meio ao sofrimento, o Senhor enche o crente de gozo e alegria, e renova as suas forças. Esta é a graça de Deus operando em sua vida. Sem ela será impossível ter alegria no sofrimento (Romanos 12.12; 2 Coríntios 12.7).

4.3 — Ser cheio de fé e esperança

Paulo era um homem que tinha alegria no sofrimento porque estava sempre cheio de fé e esperança (Romanos 8.35-39; 2 Timóteo 1.12; 2.11-13; 4.6-7; 1 Pedro 4.13; 5.10,11; 1 João 3.2).

  1. ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O SOFRIMENTO:

O crente deve certificar-se de que:

5.1 — Existe algo maior que o seu problema (2 Coríntios 4.16-18);

5.2 — O sofrimento é leve (2 Coríntios 4.1 7);

5.3 — O sofrimento é momentâneo (2 Coríntios 4.8-9);

5.4 — O sofrimento produz um peso de glória (2 coríntios 4.1 7.);

5.5 — O sofrimento deve ser visto deforma transcendental (Romanos 8.18).

CONCLUSÃO

Nesta vida, não é somente o justo que sofre. Todos os homens passam algum tipo de sofrimento devido à falta de sabedoria, negligência ou por causa de alguma decisão precipitada (Provérbios 26.17; Lamentações 3.39). Existem muitos outros motivos que causam o sofrimento, mas eles acontecem somente sob a vontade permissiva de Deus.

Fonte: Livro – Pregando poderosamente a palavra de Deus
Autor: Pastor Silas Malafaia

Outras Notícias

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*